Setor supermercadista alerta consumidores: não há necessidade de estocar alimentos

A Associação Mineira de Supermercados (Amis) alerta consumidores que não há necessidade de estocar alimentos em casa. Conforme o presidente da Instituição, Alexandre Poni, o setor foi surpreendido com a demanda dos últimos dias, e os estoques estão abastecidos. “Não há motivo para pânico”, destaca.

“Os consumidores, a sociedade tem que entender que não adianta vir e comprar em alta quantidade nas lojas, porque isso vai gerar excessos em casa sem necessidade. Pelo que a gente tem em contato com nossos fornecedores e fabricantes, eles estão em pleno vapor”, diz.

Alexandre destaca que a procura “exacerbada” pode levar a falta de produtos. “Não porque faltam no centro distribuição, mas sim por problemas operacionais. A gente não consegue ser eficiente”, explica.

Com as recomendações de isolamento social, fechamento de bares e restaurantes, Alexandre ressalta que entende que a demanda por produtos pode aumentar. “Estamos atentos e prestando atenção nos produtos com esse perfil de consumo em casa”.

Ele também tranquiliza os consumidores quanto a aumentos de preços. De acordo com ele, caso ocorram serão por oferta e procura, mas não para “aproveitar a situação”. “Realmente, são momentos. O ano tem essa sazonalidade que nós vamos estar vulneráveis à oferta e à procura”.

A Amis completa dizendo que os supermercados devem estar preparados para “mudanças todos os dias”. Uma delas que vem sendo implementada aos poucos em estabelecimentos de Belo Horizonte é o atendimento em horário especial para idosos.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA